Compartilhe:

Continuando nosso papo sobre Coaching, é importante esclarecer quais práticas  NÃO são Coaching e quais as principais diferenças entre Coaching e a psicoterapia, Mentoring, consultoria ou aconselhamento.

 O foco principal do Coaching está no presente e principalmente no futuro. O objetivo, não é investigar as razões inconscientes ou não que motivam comportamentos ou a manutenção deles, como ocorre em um processo psicoterápico. O passado do cliente é visto apenas como forma de discutir consequências e aprendizados trazidos por suas experiências.

Entretanto cabe salientar a importância da psicoterapia como processo de autoconhecimento extremamente profundo e de aplicações especificas, especialmente para pessoas que apresentam demandas para este tipo de atendimento. A psicoterapia é realizada exclusivamente por psicólogos credenciados pelo Conselho Federal de Psicologia.

A mentoria ( mentoring) tem como característica a presença de um profissional geralmente gabaritado e de grande experiência em um determinado assunto, auxiliando o desenvolvimento de um menos experiente e tem com ele uma relação assimétrica e  de tutoria.

A consultoria por sua vez, também tem formato similar: o consultor apresenta através de palestras , cursos, reuniões e etc soluções e dicas que o consulente deve aplicar em seu negócio, por exemplo. Geralmente  a consultoria é ministrada por profissionais especializados em um determinado assunto, que  avaliam e decidem para o cliente quais caminhos seguir.

O coaching ao contrário,  pode ser compreendido como uma parceria entre coach e coachee, onde através do conhecimento das ferramentas adequadas e de metodologia comprovada, o coach é capaz de auxiliar o cliente a atingir os objetivos que ele mesmo determinou para si, de modo efetivo e duradouro.

É claro que o coach deve ser um profissional  especializado em sua  área de formação, bem como dominar os pilares do coaching, ser filiado a uma Instituição seria e buscar aprimoramento contínuo. Porém sua relação com o cliente é muito mais simétrica, já que ele constrói JUNTO com ele objetivos,  possibilidades e caminhos.

As transformações atingidas são mensuráveis , pois são identificadas sessão a sessão. Além disso, o coachee consegue aprender a se autoregular e a entrar em ação, continuadamente, mesmo após o final do processo de coaching.

O coaching trabalha com as competências do próprio indivíduo, suas características, valores e forças e faz com que o cliente se aproprie cada vez mais de si, de sua individualidade e seus pontos de melhoria, ampliando suas possibilidades de atuação , trazendo novas possibilidades.

O resultado é uma vida mais plena e feliz, com mais qualidade de vida, já q eu a conscientização de atitudes e objetivos, permite que os ajustes necessários para atingir novas metas, seja feito baseado em desejos pessoais e sonhos.

Espero que tenha sido útil e esclarecedor ! Aguardo comentários.

Um abraço

Leticia Rodrigues

www.fiorireconsultoria.com.br

 


Compartilhe: