Compartilhe:

Neste final de semana tive o imenso prazer de assistir alguns filmes bacanas que já chegaram na TV a cabo. Um deles foi o maravilhoso Um senhor estagiário estrelado pelos premiados  Anne Hathaway e Robert de Niro, no papel principal.

Sem muitos spoilers, o filme, de 2015,  conta a trajetória de um senhor de 70 anos, já aposentado,  que decide se candidatar a posição de estagiário de uma jovem CEO de uma empresa que comercializa roupas via internet.

No início do filme, vemos Ben Whittaker, personagem de De Niro, candidatar-se a esta vaga por um motivo muito simples e também genuíno: “Há um espaço dentro de mim que precisa ser preenchido “, “quero ter novamente uma rotina, um lugar para ir, quero ser desafiado e também necessário ”

Aí podemos começar  a pensar na tal  idéia de propósito. O propósito é algo que nos move em direção aos nossos objetivos, mas não apenas isso. Seu sentido é muito mais amplo porque está diretamente relacionado aos nossos valores pessoais, aos nossos sonhos ou aquilo que identificamos como uma necessidade maior de ir além: não se trata apenas de ganhar  ou conquistar   alguma coisa, mas sim de fazermos diferença em nossa vida e na vida de outras pessoas.

Para compreendermos melhor esta ideia, voltando ao filme, Ben nos conta que durante o inicio de sua aposentadoria  ele decidiu se dedicar ao seu próprio lazer, viajando, fazendo cursos, e até indo a velórios , o que é inevitável para todos, mas costumeiro nesta fase da vida. Entretanto, percebeu que somente trabalhando sua vida ganharia novamente sentido e fluxo.

Porque para Ben o trabalho é tão importante? Porque certamente através dele, o personagem consegue expressar valores importantes para si e utilizar todas as sua forças como mola propulsora para desempenhar suas atividades e assim atingir objetivos.

Como valores importantes para o personagem , podemos citar:

1) Lealdade

2) Fidelidade

3) Servidão aos colegas e chefe

4) Compromisso

Logo, o sucesso de Ben junto os colegas e sua chefe é inevitável e ele se torna figura inspiradora para todos ao redor, já que diante da oportunidade de desempenhar seu trabalho ele consegue ser:

  • pró ativo
  • comprometido
  • criativo
  • confiável
  • disponível a necessidade dos outros
  • atento também a suas necessidades

Para se adaptar a sua nova função, Bem precisou arriscar-se a aprender coisas novas, desafiar-se constantemente e buscar oportunidades de mostrar suas competências , mesmo quando não havia nenhum trabalho a ser feito.

O sucesso desta trajetória, pode ser compreendido principalmente por um perfeito alinhamento entre um propósito de vida muito bem definido, apoiado por valores pessoais sólidos e uma oportunidade de mostra-los. Mas para tanto , muitas vezes é preciso sair da zona de conforto e literalmente “cavar”oportunidades:  Quando não havia nenhuma, Ben a criou, nós também podemos fazer o mesmo.

O processo de Coaching, é uma ferramnta excelente na busca e identificação de porpositos, pois auxilia o caochee a encontrar seus valores pessoais e a trilhar  um novo caminho, mais alinhado a seus objetivos e forças pessoais.

Assim, questione-se qual a “diferença que você gostaria de fazer na sua vida e na vida dos Outros? “e vá em busca de seu caminho, afinal como disse Ben Whittaker  ” Ainda há muita música em mim…. ”

Um abraço !!!!

Leticia Rodrigues

 


Compartilhe: