Compartilhe:

 

 

O ano de 2016, pelo menos para uma boa parte de nós foi um tanto quanto desafiador. Para mim especialmente tive alguns problemas de saúde e muita dificuldade financeira, como era de se esperar.

Durante os períodos mais difíceis, lembro de sentir falta de certas pessoas: alguns amigos que eu apreciava tanto e que tinham sido tão próximos em tempos mais amenos, haviam se mostrado distantes.

Em relação ao trabalho, alguma coisa parecida também aconteceu. Tive muitas dificuldades em encontrar apoio, mesmo junto a pessoas  com quem eu sempre tive relacionamento e parceria durante muito tempo e que na minha antiga concepção, deveriam demonstrar um pouco de reciprocidade com os projetos que apresentei.

Cada vez que precisava de algo, ou desenvolvia um novo projeto,  eu focava justamente nessas pessoas que por diversas razões, não estavam disponíveis naquele momento. As negativas ou ausências, me faziam lamentar mais ainda e pioravam o meu estado de confiança, já abalado pela crise econômica e pela minha energia vital, que não estava das melhores.

Foi quando num desses momentos de reclamação e lamentação sem fim , uma amiga me chamou a atenção para este fato: Por que voce  procura  justamente as pessoas que não estão disponíveis para voce????  Procure aquelas que de fato, estão disponíveis  para te ajudar.

Essa pergunta mexeu muito comigo. Entendi um pouco o fato de que lamurias e negatividade atraem somente mais lamurias e negatividade. Enquanto estava afundada na minha dor, eu não conseguia enxergar outras saídas, ou novas possibilidades.

E de fato assim foi…. Passei a procurar os amigos que sempre me ligavam, aqueles que queriam a minha amizade,  que sempre ligavam para saber como eu estava e contatei os parceiros profissionais que estavam dispostos a continuar nossa parceria.

A partir daí, as coisas fatalmente melhoraram. Os negócios voltaram a fluir com a ajuda dessas pessoas, o que gerou uma relação em cadeia para os outros negócios,  a saúde melhorou, tudo voltou a fluir, ufa…..

Esse episódio  me fez refletir em quantas vezes insistimos  em parceiras que não nos trazem retorno, mas que mesmo assim  insistimos. Isso faz  com que em ultima analise, deixemos de focar em nossos objetivos e gastemos um energia imensa em contabilizar aquilo que não temos ou que nos falta, ao invés de buscar aquilo que possuímos de fato, sejam amigos, família ou parceiros de negocio ou de vida.

Assim,  para que insistir em alguém que não está disposto a nos apoiar ou pelo menos não pode faze-lo naquele momento, ao invés de procurar quem de fato tem um objetivo parecido com o nosso? Ou afinal, caro leitor  para que dar murro em ponta de faca?

Certamente encontraremos em nossa caminhada uma infinidade de pessoas que estão procurando exatamente alguém como a gente  e aí é possível encontrar sinergia.

Tentar impor aquilo que queremos para alguém ou para alguma coisa que não apresenta nenhuma intenção parecida com a nossa, é perda de tempo e energia, e gera um desgaste que poderia ser evitado.

Pense nisso e procure analisar aonde suas forças fluirão com mais facilidade, energia e disposição e foque com tudo nessas parcerias.

Um Feliz Ano Novo !!!!

 



Compartilhe: