Nossos comportamentos são influenciados por nosso mindset

Nossos comportamentos são influenciados por nosso mindset

Pare e pense agora!!!! Tudo o que você faz, fará ou deixa de fazer é totalmente influenciado e porque não dizer, ditado por seu mindset! É o que é isso????
O mindset é o conjunto de crenças e pensamentos conscientes ou não que temos sobre tudo o que nos deparamos na vida.

Quer um exemplo? Você gosta de falar em público?Se você respondeu que sim, provavelmente se considera um orador no mínimo razoável e tem essa opinião baseado em todas as suas experiências anteriores com o tema !
Agora se você respondeu que não, muito provavelmente você não tem um repertório positivo nesse assunto e evita se expor em situações assim, porque se considera tímido ou algo parecido, certo?

A questão é que nosso mindset influencia nossos comportamento e reforça nosso repertório e aí que mora o perigo!!! Se eu não tenho plena noção desses padrões, de forma a traze-los para a minha consciência, acabo repetindo tudo de forma inconsciente e sem possibilidade de analise.

E como eu consigo mapear meu mindset? Observe hoje o que te incomoda e veja o porque você ainda não consiguiu mudar certos comportamentos. Vamos iniciar por esses comportamentos que nos incomodam porque é muito mais fácil encontrar motivação no que nos causa algum tipo de prejuízo.

Os padrões negativos que você  tem,  provavelmente são mantidos graças a uma  crença que mantem isso atuante. São as chamadas crenças limitantes. ” Isso não é para mim”, “sou muito velho para isso”, “não tenho talento nessa área”, “acho que o problema não é meu” ” são os outros que devem se adequar”, são exemplos de crenças limitantes que mantem padrões repetitivos.

Tudo se modifica quando eu mudo primeiro a minha forma de pensar: Será que mesmo não sendo tao bom posso aprender? ” Posso tentar de forma diferente”, “Será que posso ser parte da solução do problemas, mesmo ele não sendo meu?” Quando mudo a minha forma de pensar, começo a enxergar um leque de possibilidades para fazer acontecer. Começo inclusive a considerar a possibilidade de fazer algo que nunca fiz e assim, tenho a oportunidade de construir novos repertorio  e atingir resultados diferentes.

Ficou afim de tentar? Lembre-se que quanto  mais consciência,  maiores são as  possibilidades de mudar comportamentos .Então invista em seu autoconhecimento.  Vamos conversar? Estou te esperando…..

Um abraço

Leticia Rodrigues

.

 

O sucesso é resultado de talento, esforço ou pura sorte?

O sucesso é resultado de talento, esforço ou pura sorte?

Se voce tivesse a oportunidade de ter um desejo atendido pelo gênio da lâmpada do Sucesso o que voce escolheria: ter um talento nato para os negócios como o lobo de Wall Street ou Michael Jordan para o basquete, ou ser disciplinado o suficiente para atingir o que quisesse a partir de seu    esforço ou ainda que a sorte lhe sorrisse lhe trazendo tudo isso como em um passe de mágica?  Ficou na duvida? Então vamos analisar como a   Carol Dweck, autora do livro Mindset responde a essa pergunta……… um dos melhores livros que li até hoje.

Passeando pelo universo dos negócios, esportes e dia -dia dos relacionamentos pessoais,  Dweck  busca explicar o poder das crenças pessoais e seus efeitos em alcançar objetivos, e na forma de atingi-los e que a mudança nessas crenças pode produzir efeitos profundos.

Observando crianças diante de jogos e desafios, percebeu que algumas se entusiasmavam diante dos desafios e se motivavam a superá-los, ao passo que outras se sentiam desmotivadas a medida que os desafios se tornavam mais difíceis.

A diferença principal é que para um determinado grupo, os desafios eram oportunidades de aprendizado à medida que precisavam se esforçar mais para encontrar as soluções. Ao passo que, para o segundo grupo, a inabilidade de resolver os desafios, corroborava uma verdade imutável: mostravam que não eram suficientemente inteligentes para determinada tarefa.

O resultado é que o primeiro grupo considerava o esforço como parte do processo de aprendizado e como consequência do desenvolvimento pessoal, enquanto que o segundo grupo se desmotivava a medida que o fracasso era um indicativo de uma falha pessoal que não poderia ser superada.

Assim, há dois tipos de Mindset : o fixo e o de crescimento. No mindset fixo, as características como inteligência e aptidões são predeterminadas ao passo que no segundo, de crescimento, o esforço e o desenvolvimento contínuo são mais importantes para atingir objetivos ou desenvolver habilidades.

As consequências disso são que no mindset fixo, o erro ou o fracasso são vistos como permanentes e muitas vezes determinantes.  Fatores como sorte e acaso também assumem  o protagonismo nesse tipo de mentalidade .Dessa forma, pessoas como esse tipo de mindset tem uma tendência a evitar erros, e serem demasiadamente preocupadas em provar seu valor constantemente e a mudar de modo definitivo com o fracasso.

Ao contrário, as pessoas de mindset de crescimento tem prazer no aprendizado e valorizam o esforço. É claro que as de mindset fixo também percebem o valor do esforço, mas tem uma tendência a busca-lo como forma de corroborar o que pensam sobre si mesmas: que são mais inteligentes ou diferentes da maioria por contar com determinadas habilidades.

Outras consequências são a forma de se relacionar com as adversidades que se apresentam: os de mindset de crescimento tem uma tendência a buscar soluções ao invés de focar em problemas, porque tendem a interpretar situações como sendo transitórias ao invés de encara-las sob uma perspectiva de permanência.

Por outro lado, as pessoas de mindset fixo, tem uma tendência a encarar fatos sob uma ótica mais determinante, o que impede muitas vezes que se arrisquem a fazer coisas diferentes ou enfrentar situações não planejadas.  Além disso, o fato de consideraram que pessoas possuem ou não determinadas características, são ou não capazes de fazer determinadas tarefas, funções e etc, rotulam a si mesmas , de modo permanente (seja de forma positiva ou negativa ) e rotula  pessoas de seu convívio diário.

Lidar com feedbacks também pode ser extremamente desafiador para pessoas de mindset fixo: é como se a critica colocasse em cheque todas sua habilidades, ao passo que pessoas de mindset de crescimento tendem a focar no lado positivo das criticas úteis e a partir dai trabalharem em busca de resultados melhores.

A autora amplia esse conceito através de diversos exemplos no meio acadêmico, esportivo, corporativo e pessoal, justiçando que no a  mindset fixo, há uma tentativa de proteger  uma posição  de superioridade , onde dificuldades e feedbacks de melhoria são ignorados , trazendo consequências desfavoráveis e  até mesmo desastrosas

Ao contrario, no mindset de crescimento, há uma preocupação constante com melhoria de processos e o aperfeiçoamento continuo, além do fato de encara as sugestões de melhora, como um presente, trazendo resultados ainda melhores.

Apesar de constantemente oscilarmos entre os dois tipos de pensamento, as vantagens de pensar em termos de mindset de crescimento são claras: encarando mudanças como oportunidades de melhoria,  propicia que voce a traga para o seu controle interno, trazendo para si a responsabilidade da mudança: de que forma sou responsável por isso? Como posso fazer diferente para obter melhores resultados? Onde posso obter mais informaçõ sobre isso? Quem pode me dar mais dados?

Responsabilizando-se por seus resultados, voce fatalmente persistirá na dificuldade, aprenderá com os obstáculos e atingirá  altos níveis de conquistas como se tivesse talentos inatos. Pense nisso…..

Um abraço

Leticia Rodrigues15:55:16

Dicas do TED Para uma apresentação digna de nota

Dicas do TED Para uma apresentação digna de nota

Já pensou em receber dicas quentíssimas vindas do curador do TED? O famoso TED ( Technology, Entertainment, Design ), é uma série de conferências realizadas na Europa, na Ásia e nas Américas pela fundação Sapling, destinadas à disseminação de ideias – segundo as palavras da própria organização, “ideias que merecem ser disseminadas”. Suas apresentações são limitadas a dezoito minutos, e os vídeos são amplamente divulgados na internet.

Pois bem, resolvi aqui oferecer uma pitada  das principais idéias e sugestões apresentadas pelo maravilhoso Carmine Galloque compilou as apresentações que tiveram o maior número de virtualizações  e buscou identificar o motivo do sucesso por trás dessas palestras em seu livro “Falar, convencer, emocionar” ….. Creio que pode ser interessante para voce saber como fazer apresentações fantásticas e deixar sua audiência totalmente fisgada por voce.

Então vamos lá:

Basicamente o autor ressalta para tornar  suas apresentações dignas de nota elas devem conter três características:  serem emocionantes, originais e memoráveis.

São tantas emoções  ……..

As apresentações emocionantes são aquelas que fazem com que o público se identifique com o palestrante e compartilhe sua experiência relatada junto com ele.

Para isso é possível utilizar pitadas de humor aliadas a uma  boa historia são uma ótima alternativa para deixar sua apresentação muito bacana. O objetivo é criar conexão com a plateia para ser ouvido por ela e isso ocorre cada vez que somos capazes de  demonstrar  vulnerabilidade e humanidade.

Histórias de superação ou simplesmente sua historia pessoal aonde fique claro sua paixão soa altamente poderosas para gerar empatia com seu público.

Fale de seus sonhos, de como batalhou para concretiza-los , de como superou obstáculos para consegui-los e de sua motivação para cada fase. Boas historias são infalíveis, e se voce tiver bom humor para conta-las ou tiver uma fato curioso e real, pode apostar nisso como uma arma secreta extremamente eficaz.

 

Originalidade e Inovação

Nosso cérebro não resiste a uma boa novidade…. sabendo disso pense o seguinte: de que forma sua apresentação pode contribuir com algo novo. Mesmo um assunto conhecido, pode trazer novas nuances com a atualização e inclusão de dados, ou com seu toque pessoal, acrescente sua perspectiva e crie uma apresentação original.

Divida sua palestra em três pontos principais  que sustentem sua tese e justifique com tres pontos principais cada uma. Isso evitara devaneios e apresentações arrastadas que se tornam maçantes para os ouvintes.

Inspire sua audiência:

Faça com que a plateia saia encorajada a seguir as ideias que voce compartilhou. Use recursos audiovisuais como filmes, vídeos, musicas e encenações para que a plateia compreenda sua oratória utilizando mais de um sentido.

Quando apresentar dados, faca de forma leve, através de metaforismo ou analogias que façam com que o publico se conecte com a sua verdade.

Pratique, Pratique, Pratique

Qualquer competência só se torna bem estabelecida quando sua prática é diária, trazendo a…..perfeição! Treine muito cada vez que for se apresentar e use recursos como uma câmera de celular para avaliar sua performance.

Peça para que pessoas próximas lhe enviem feedbacks assim que possível  e voce se surpreenderá com sua evolução.

Acima de tudo : Seja voce

Descubra sua marca e coloque em todos os pontos de sua apresentação. Porque voce escolheu esse tema? Por que ele te inspira, ? Pense no seu público como um grupo de amigos que lhe convidou para um gostosos bate papo. São pessoas que vieram ouvir uma outra pessoa, no caso, voce. Dessa forma, coloque sua paixão e deixe sua verdade vir a tona.

Gostaram das dicas…. leiam o livro e comentem por aqui o que acharam!

Um grande abraço

Leticia Rodrigues

Sobre o pé esquerdo de Messi e muito mais sobre amar-se

Sobre o pé esquerdo de Messi e muito mais sobre amar-se

 

É bem conhecido no mundo futebolístico que Messi chuta de canhota e faz isso muito muito bem…..O argentino conhecido por sua habilidade com a bola, ouviu no início de sua carreira que deveria aprimorar seu chute também com o pé direito para assim conseguir um destaque maior.

Mas a escolha do jogador não parece ter sido essa, ao contrário, ele passou a primorar ainda mais os chutes de pé esquerdo.  Em certa ocasião,durante uma entrevista e com muito bom humor, Cristiano Ronaldo mencionou que gostaria inclusive de ter o pé esquerdo de Messi.

Mas o que isso tem a ver com o autodesenvolvimento e principalmente na capacidade de  amar-se cada dia mais (amar-se, amar-se….)?

Simples…. não foque apenas no que precisa ser desenvolvido, mas sim naquilo que você já tem como talento.

Nomear seus pontos fortes talentos e habilidades é crucial para que você consiga se apoiar em dias difíceis por exemplo, em buscar a persistência para os momentos em que as coisas não saem como esperado e também para encara desafios.

Além disso, nada como conhecer o seu superpoder para ser capaz de coloca-lo a disposição cada vez que a necessidade aparecer.

E na hora daquela entrevista? Nada como ter na ponta da língua e justificar para o recrutador as situações aonde seu ponto forte foi utilizado .

Saber seus talentos faz com que você libere seu potencial criativo e consiga inclusive aprimorar ainda mais suas atividades cotidianos, fortalecendo sua marca pessoal e se destacando por isso.

Dessa forma, faça  agora esse exercício: quais sua maiores habilidades? Quais são seus interesses? Se dinheiro não fosse problema, como voce faria para ganhar a sua vida? O que você faz em seu tempo livre?

Escreva !!!!

Agora pergunte para seus amigos próximos como eles responderiam as perguntas acima sobre você! Pronto! essas são as suas habilidades mais conhecidas e fortes, agora se aprimore cada dia mais em desenvolve-las…

Por exemplo: Sou um ótimo comunicador… então como posso fazer para que este ponto forte se destaque em meu trabalho?

De que forma posso ampliar essa habilidade e utiliza-la a meu favor? Posso desenvolver um blog? Dar aulas? Investir em treinamento para a minha equipe?  Ser mais assertivo ainda em minha comunicações? Sugerir a minha chefia uma oportunidade de mostra essa habilidade?

E então? O que achou ? Invista em seu carro chefe e faça muitos gols assim como o Messi ; )

Um abraço

Letícia Rodrigues

Como fazer um curso de vendas  provou a Lei da Atração?

Como fazer um curso de vendas provou a Lei da Atração?

Voce já parou para notar quantas coincidências acontecem na vida?  Voce já se pegou intrigado no porquê é comum repararmos  em um determinado número e notarmos que o mesmo se repete  em placas de carro, em números de série de produto e por todo lugar que voce olha?

E quando voce decide comprar um carro e passa a pesquisar sobre ele costuma notar que há diversos carros iguais ao seu?  Ou ainda, quando estamos intrigados sobre um poema ou musica e  aí encontramos ou conhecemos alguém que também curte o mesmo poema e musica e passa nos falar sobre ele?

Os exemplos são diversos e podem ser divertidos e assustadores, tamanha a frequência e precisão com que acontecem. Eu confesso que em um momento muito delicado de minha vida , quando fiz 33 anos e passei por um conflito interno significativo, passei a enxergar todo o 33  que via como ameaçador.  Como vivia um período de transição de carreira  muito tumultuado, o fim de um relacionamento e outras mudanças, enxergava o numero e a coincidência como se apresentava para mim de forma sinistra. O pior é que encontrei diversas teorias que corroboravam com minha expectativa, até porque o numero em questão é considerado cabalístico.😮

 Mas o que a ciência tem para nos dizer sobre este fenômeno tão curioso? A explicação está no famoso S.A.R ou Sistema de Ativação Reticular. O tal sistema tem diversas funções em nosso organismo, mas uma delas está em selecionar e registrar estímulos e informações  considerados importantes para nossa sobrevivência.

Assim, ao atravessarmos uma avenida movimentada, nossa atenção se volta para a rua que vamos cruzar, o farol que devemos seguir, os carros que estão em nosso caminho e os outros pedestres. Logo, o que ocorre do outro lado da avenida, passa desapercebido ou  do contrario daríamos conta de todos os estímulos sem focar em nenhum, o que seria prejudicial e até perigoso para nossa sobrevivência.

Dessa forma, o S.A.R registra aquilo que consideramos importante e necessário, logo o que concluímos é que somos nós que dizemos ao nosso cérebro o que ele precisa focar e a medida que isso acontece, ele se atentar mais fortemente para este estimulo, o que explica o porque de vermos tantos carros como o que procuramos ou ver o numero 33 aparecer tantas vezes. Isso explica também

o funcionamento da tão famosa e falada Lei da Atração.

Como usar o sistema a nosso favor? Tenha muito claro suas metas e objetivos. Saiba o que quer da vida e defina passos  e pessoas que podem auxilia-lo a chegar a ele. A partir daí entre em Ação: vá a lugares , converse com pessoas, observe ao seu redor e certamente voce notará que temas muito próximos aos seus objetivos começarão a se repetir, pessoas interessadas também aparecerão e voce passará a vislumbrar novas oportunidades.

Vou dar um exemplo de como o SAR atuou na minha vida profissional: enquanto empreendedora fui buscar um curso de vendas para aprender novas formas de desenvolver meu negócio. Durante o curso, conheci a escola e me identifiquei com os valores e metodologia e me inscrevi para uma vaga de criação de conteúdo. Pois não é  que fui convidada para realizar um teste para dar aula de Inteligência Emocional e trabalhar justamente com o que eu queria que era o  Desenvolvimento de Pessoas?  Fiz o teste e hoje sou professora titular do Curso da Escola Conquer.

Pois é….. minha ativação reticular passou a procurar oportunidades de desenvolver meu negócio, eu achei um curso e ao termino, achei uma nova possibilidade de atuar como professora na minha área. Fantástico não? E voce o que achou? Tem uma história semelhante? Como voce pode utilizar a lei da atração a seu favor?

Me conte,

Te espero

Um beijo grande

Leticia Rodrigues

www.fiorireconsultoria.com.br

 

Como adquirir e manter bons hábitos?

Como adquirir e manter bons hábitos?

As águas de Março fechando o verão  nos lembram que  o primeiro trimestre de 2018 já se passou.   E voce? Como andam as promessas de ano novo, aquela data em que voce prometeu se tonar mais saudável, emagrecer, parar de fumar, voltar a  fazer  ou iniciar sua rotina de exercícios físicos e etc?
O assunto de hoje é sobre iniciar e manter hábitos saudáveis e acredite , é possível conseguir, basta que pra isso voce utilize algumas dicas espertas para evitar o fracasso.
Logo, vou esclarecer desde já que pode ser que não pareça, mas todo hábito bom ou ruim, iniciou como um comportamento simples, que de tanto ser repetido passou a ser  incorporado à sua rotina. Por exemplo: escovar os dentes. Faz muito tempo, mas de tanto a sua mãe repetir que isso era importante , voce passou a incorporar este hábito e hoje em dia ele faz parte de sua rotina de higiene assim como uso do fio dental.
Tudo o que fazemos foi incorporado a nossa identidade pela repetição e assim,  e isso explica também como adquirimos hábitos menos saudáveis como o sedentarismo ou o tabagismo.
E para nos justificar, é normal dizermos que não temos tempo para praticar exercícios ou que a nossa rotina é tão apertada que merecemos nos compensarmos com um cigarrinho ou um docinho ao final do dia, não é assim?
O problema é que essa junção de dias aonde voce se concede uma “escapada”, passa a  se tornar rotina e dai um  hábito. E como podemos então ter hábitos mais saudáveis?
Da mesma forma, procurando repetir os bons hábitos. O problema é que muitas vezes nossa pressa em alcançar um objetivo, nos atrapalha na construção da nova rotina. Lembre-se que voce passou anos sendo sedentário, não será de uma hora para outra que irá se tornar um atleta.
O principal é manter a continuidade. Assim, ao invés de se propor a passar um hora por dia na esteira, o que é muito pra alguém que por muito tempo esteve parado, proponha-se a ir todos os dias por 20 minutos. Nem mais nem menos. Mesmo que em um dia qualquer voce esteja  sentindo-se tão disposto que aguenta fazer mais tempo, continue nos seus 20 minuto diários, por um mês e vá aumentando gradativamente este tempo, sempre aumentando pelo mesmo um mês, até incorporar este hábito e ver que seu corpo passará a  se sentir bem e a “pedir”  pelo exercício.
Sabe-se prática de exercício libera em nosso organismo hormônios responsáveis pelo bem estar, diminuição da tensão e alívio de ansiedade, o que se torna com o passar do tempo um vicio positivo para o praticante. Claro que um profissional de educação física pode orienta-lo de uma forma mais produtiva, porém o caminho é esse.

São os esforços contínuos que trazem resultados e voce certamente pode alcançar que quiser.

Mude !!! De o primeiro passo, faça diferente
Estou aqui para ajuda-lo (á)!!!!

Imagem pixabay
Um abraço e boa sorte!
Leticia Rodrigues