Compartilhe:

A cada Ano Novo que se inicia, trás consigo um intenso desejo de renovação e a esperança que as coisas sejam diferentes e claro, melhores. Nem preciso dizer que após um ano complicado como o anterior, iniciamos esse com ainda mais anseios de que o pior tenha finalmente ficado para trás.

Essa espécie de magia que o período de festas nos proporciona com o Natal e Ano Novo, pode se traduzido como o nosso mais intenso desejo de recomeçar.

Mas como manter essa chama de esperança acesa pelo resto do ano?

Os menos atentos podem talvez imaginar que a esperança é uma crença cega e ingênua de que as coisas podem ser melhores somente pelo nosso desejo de que assim sejam e basta que voce tenha vivido pelo menos um pouco, para saber que nem sempre a vida é assim.

MESMO ASSIM, OBSERVE SUAS CRENÇAS

Entretanto, cada vez mais estudos sugerem que pessoas otimistas e portanto esperançosas, levem uma vantagem em relação aos demais e isso tem sido amplamente comprovado pela Psicologia Positiva e por MRTIN SELIGMAN, seu principal expoente.

Para Seligman, as Pessoas otimistas acreditam que as coisas ruins são temporárias ao passo que os pessimistas, tendem a acreditar que as coisas ruins são permanentes. Veja um exemplo:

PESSIMISTA OTIMISTA

Voce nunca fala comigo. Você não tem falado comigo ultimamente.

Meu relacionamento está por um fio. Estamos passando por uma crise.

Percebem a diferença?

Os pessimistas tendem a acreditar que as coisas ruins são permanentes, ao passo que os otimistas, veêm as cosias ruins como passageiras. Paradoxalmente, o estilo otimista tende a considerar permanente eventos positivos e os pessimistas, pos sua vez, tendem a atribuir circunstâncias temporárias a eventos positivos. Veja lá:

OTIMISTA PESSIMISTA

Sou muito bom na minha profissão. Fui promovido por pura sorte!

RECORDAR É VIVER!!!!!

Outra forma interessante é recordar suas conquistas e habilidades. Pense em tudo o que já conquistou na vida e monte suas SALA DE TROFÉUS. Faz diferença gente poder olhar para tudo que já conquistamos e sentir orgulho e gratidão por tantas coisas bacanas que já aconteceram.

Manter a lista sempre atualizada e também incluir as pessoas pelas quais você é grato por ter conhecido, por conviver e por ter em sua vida.

Quando estamos diante dessas emoções positivas, nosso cérebro recebe a mensagem de que “tudo está bem !” e responde disparando hormônios de bem estar nos tranquilizam e nos deixam felizes.

Sentir-se equilibrado e alegre é fundamental para buscar soluções criativas especialmente aquelas em que enfrentamos adversidades e dessa forma, a chance de sucesso aumenta , certo?

Vamos tentar? Aguardo seu comentário!

Que possamos fazer uma ano diferente! Conte comigo nessa jornada!
Um beijio carinhoso
Leticia Rodrigues


Compartilhe: