Compartilhe:

 

Se voce tivesse a oportunidade de ter um desejo atendido pelo gênio da lâmpada do Sucesso o que voce escolheria: ter um talento nato para os negócios como o lobo de Wall Street ou Michael Jordan para o basquete, ou ser disciplinado o suficiente para atingir o que quisesse a partir de seu    esforço ou ainda que a sorte lhe sorrisse lhe trazendo tudo isso como em um passe de mágica?  Ficou na duvida? Então vamos analisar como a   Carol Dweck, autora do livro Mindset responde a essa pergunta……… um dos melhores livros que li até hoje.

Passeando pelo universo dos negócios, esportes e dia -dia dos relacionamentos pessoais,  Dweck  busca explicar o poder das crenças pessoais e seus efeitos em alcançar objetivos, e na forma de atingi-los e que a mudança nessas crenças pode produzir efeitos profundos.

Observando crianças diante de jogos e desafios, percebeu que algumas se entusiasmavam diante dos desafios e se motivavam a superá-los, ao passo que outras se sentiam desmotivadas a medida que os desafios se tornavam mais difíceis.

A diferença principal é que para um determinado grupo, os desafios eram oportunidades de aprendizado à medida que precisavam se esforçar mais para encontrar as soluções. Ao passo que, para o segundo grupo, a inabilidade de resolver os desafios, corroborava uma verdade imutável: mostravam que não eram suficientemente inteligentes para determinada tarefa.

O resultado é que o primeiro grupo considerava o esforço como parte do processo de aprendizado e como consequência do desenvolvimento pessoal, enquanto que o segundo grupo se desmotivava a medida que o fracasso era um indicativo de uma falha pessoal que não poderia ser superada.

Assim, há dois tipos de Mindset : o fixo e o de crescimento. No mindset fixo, as características como inteligência e aptidões são predeterminadas ao passo que no segundo, de crescimento, o esforço e o desenvolvimento contínuo são mais importantes para atingir objetivos ou desenvolver habilidades.

As consequências disso são que no mindset fixo, o erro ou o fracasso são vistos como permanentes e muitas vezes determinantes.  Fatores como sorte e acaso também assumem  o protagonismo nesse tipo de mentalidade .Dessa forma, pessoas como esse tipo de mindset tem uma tendência a evitar erros, e serem demasiadamente preocupadas em provar seu valor constantemente e a mudar de modo definitivo com o fracasso.

Ao contrário, as pessoas de mindset de crescimento tem prazer no aprendizado e valorizam o esforço. É claro que as de mindset fixo também percebem o valor do esforço, mas tem uma tendência a busca-lo como forma de corroborar o que pensam sobre si mesmas: que são mais inteligentes ou diferentes da maioria por contar com determinadas habilidades.

Outras consequências são a forma de se relacionar com as adversidades que se apresentam: os de mindset de crescimento tem uma tendência a buscar soluções ao invés de focar em problemas, porque tendem a interpretar situações como sendo transitórias ao invés de encara-las sob uma perspectiva de permanência.

Por outro lado, as pessoas de mindset fixo, tem uma tendência a encarar fatos sob uma ótica mais determinante, o que impede muitas vezes que se arrisquem a fazer coisas diferentes ou enfrentar situações não planejadas.  Além disso, o fato de consideraram que pessoas possuem ou não determinadas características, são ou não capazes de fazer determinadas tarefas, funções e etc, rotulam a si mesmas , de modo permanente (seja de forma positiva ou negativa ) e rotula  pessoas de seu convívio diário.

Lidar com feedbacks também pode ser extremamente desafiador para pessoas de mindset fixo: é como se a critica colocasse em cheque todas sua habilidades, ao passo que pessoas de mindset de crescimento tendem a focar no lado positivo das criticas úteis e a partir dai trabalharem em busca de resultados melhores.

A autora amplia esse conceito através de diversos exemplos no meio acadêmico, esportivo, corporativo e pessoal, justiçando que no a  mindset fixo, há uma tentativa de proteger  uma posição  de superioridade , onde dificuldades e feedbacks de melhoria são ignorados , trazendo consequências desfavoráveis e  até mesmo desastrosas

Ao contrario, no mindset de crescimento, há uma preocupação constante com melhoria de processos e o aperfeiçoamento continuo, além do fato de encara as sugestões de melhora, como um presente, trazendo resultados ainda melhores.

Apesar de constantemente oscilarmos entre os dois tipos de pensamento, as vantagens de pensar em termos de mindset de crescimento são claras: encarando mudanças como oportunidades de melhoria,  propicia que voce a traga para o seu controle interno, trazendo para si a responsabilidade da mudança: de que forma sou responsável por isso? Como posso fazer diferente para obter melhores resultados? Onde posso obter mais informaçõ sobre isso? Quem pode me dar mais dados?

Responsabilizando-se por seus resultados, voce fatalmente persistirá na dificuldade, aprenderá com os obstáculos e atingirá  altos níveis de conquistas como se tivesse talentos inatos. Pense nisso…..

Um abraço

Leticia Rodrigues15:55:16


Compartilhe: